top of page
  • InterSports America

Travel Ban: o que significa?


Ontem o presidente Trump adicionou o Brasil na lista de países do Travel Ban, o que significa que turistas e não-residentes dos Estados Unidos que estiveram no Brasil nos últimos 14 dias não poderão entrar no país. Além do Brasil, outros países já estavam nessa lista: China, Itália, Austria, Bélgica, República Tcheca, Dinamarca, Estônia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Polônia, Portugal, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia e Suíça. Os estudantes internacionais (F1) possuem visto de não-residente e por isso estão inclusos nessa proibição.


Essa prática está sendo adotada pela maioria dos países para conter o avanço do novo Coronavírus: o Brasil também está com suas fronteiras fechadas.

O que isso significa para um estudante-atleta que estava se preparando para vir para os EUA nessa temporada (Fall 2020)? Ainda é cedo para saber. Hoje é feriado Nacional nos Estados Unidos, mas ao longo dessa e da próxima semana entraremos em contato com as Admissions das Universidades para conversas sobre o tema.


Alguns pontos que devem ser levados em consideração:


  • Com exceção da Califórnia e possivelmente de Chicago e NY, as aulas e a temporada estão mantidas.

  • O Travel Ban é uma medida TEMPORÁRIA. A tendência é que seja revogada na medida em que as perspectivas forem melhorando.

  • A pré-temporada só começa em Agosto e as aulas no final de Agosto/Setembro. Temos 3-4 meses pela frente.

  • As universidades têm total interesse que os estudantes internacionais estejam presentes para a temporada e para as aulas. Em Harvard, 10% dos estudantes são internacionais. Algumas faculdades menores possuem até 30% de seus estudantes vindos de outros países. Fora os novos estudantes, existem milhares de estudantes que retornaram para seus países para férias no meio dos seus estudos.


Nossa orientação é para que todos os estudantes-atletas que estão em processo de admissão, continuem o processo. Ainda que o momento seja de muitas incertezas, estudar e jogar nos Estados Unidos é uma grande mudança na vida de qualquer atleta. É um projeto de longo prazo. É uma decisão que afeta os próximos 4 anos do estudante e da família.

Vamos nos manter atualizados e conectados com as Admissions, treinadores universitários e com os órgãos regulamentares. Sabemos que algumas medidas já estavam sendo propostas, como: testes para estudantes-internacionais que entrarem no país e a quarentena voluntária (por 14 dias). No pior dos casos, o I-20 será transferido para o próximo semestre, em agosto.

Comentários


bottom of page